Páginas

Orgonite Energia Positiva

Orgonite Energia Positiva

quarta-feira, 20 de maio de 2015

A lenda do uso de cristais pela civilização de Atlântida por Margot Valle Ferreira


"Sempre que se fala em Atlântida – o continente perdido – nossa curiosidade é aguçada. Vários documentários acerca dos seres que ali habitaram possuem um ponto comum: a extrema inteligência e o vasto conhecimento que o seu povo possuía para a época. Dentre os livros de Cristaloterapia que pesquisei, duas autoras fazem belas referências históricas do uso dos cristais pelo povo Atlante: Bárbara LELLIS (2004) e Katrina RAPHAELL (1985).

Ao falar de Atlântida, LELLIS se baseia em historiadores gregos – Aristóteles, Empédocles, Plutarco e Demócrito – e afirma que “é pelas crônicas destes historiadores que se pode saber que os sábios de Atlântida utilizavam habitualmente grandes cristais com a finalidade de canalizar as forças cósmicas e depois tirar proveito delas.”

A civilização de Atlântida utilizou os cristais com fins científicos, como na cura, na iluminação pessoal, na meditação e em comunicações telepáticas não apenas com o seu passado, mas também em contatos com outras energias interdimensionais e interespaciais, alcançadas somente por esta forma de comunicação.

Ainda segundo LELLIS, os ‘sacerdotes negros’ de Atlântida descobriram que podiam controlar as pessoas através da hipnose induzida pelos cristais e a aplicação errônea dos poderes dos cristais provocou a derrubada desta lendária civilização.

Este mesmo relato referente ao desaparecimento da civilização de Atlântida é ratificado por RAPHAELL, ao afirmar que a causa da derrubada de todo o continente Atlante foi: “o abuso do conhecimento sagrado e o mau emprego do temível poder para fins egocêntricos”

Apesar do desaparecimento deste continente, diz a lenda que alguns sábios de Atlântida, os chamados ‘magos brancos’, preservaram os conhecimentos-chave de seus antepassados em cristais programados, que foram alquimicamente desmaterializados e, posteriormente, rematerializados em vários lugares no interior da Terra. 
Acredita-se que tal conhecimento retornará as mãos dos seres humanos quando os homens forem capazes de entender e utilizar esses conhecimentos para o bem-estar e o progresso da humanidade.
 Os cristais que acumulam toda a sabedoria Atlante ascenderão à superfície da terra e se farão conhecer. Muitos desses cristais são denominados como CRISTAIS GUARDIÕES DA TERRA.

Eles são os gigantes emergentes da Terra. Medem em média de 1,5 m até 2,10 m de altura, podem chegar a pesar toneladas e uma belíssima lenda histórica envolve estes cristais gigantescos e suas funções.

Conta à lenda que, há milênios, seres altamente evoluídos, capazes de caminhar pelos sistemas estelares buscando conhecimento, viram que o planeta Terra se encontrava em condições de recebê-los, através da encarnação no plano físico. Para tanto, irradiaram dentro do dióxido de silício sua força e luz, criando assim grandes cristais.

A função inicial desses cristais gigantescos era acionar o campo eletromagnético da Terra para que eles pudessem, então, encarnar no plano físico do planeta. Muitos deles após tomarem a forma humana formaram as grandes civilizações da antiguidade, como por exemplo, Lemúria e Atlântida.

Paralelamente a esta chegada, o homem de Neanderthal era a forma de vida animal em evolução sobre a Terra. Os Cristais eram a ponte de ligação entre suas consciências e as mais elevadas freqüências de suas origens, além de serem os instrumentos através dos quais canalizavam a força cósmica.

Reza a lenda que, como parte de um plano Divino para a evolução das formas animais originais do planeta, alguns dos seres evoluídos aqui encarnados fariam parte do ciclo evolutivo dos primatas a fim de que estes, um dia, também pudessem elevar-se ao nível de conscientização. Neste processo de integração, o véu do esquecimento cobriu a lembrança do que eles eram e dos motivos de suas vindas ao plano terrestre.

Em função disto, acostumaram-se aos prazeres dos cinco sentidos do plano físico e passaram a usar a força cósmica dos Guardiões da Terra em beneficio próprio.

Muitos dos seres evoluídos percebendo o perigo do mau uso do poder, preferiram deixar a Terra e continuarem sua cruzada semeando a evolução. 
Ocorreu, então, um êxodo em massa do planeta na mesma época em que os Guardiões da Terra foram enterrados em solo fundo. Mas, muitos optaram por ficar e migraram para algumas regiões do planeta, como o antigo Egito.

À medida que são descobertos e emergem a superfície terrestre, os Guardiões da Terra poderão ser reativados por aqueles que trazem consigo o conhecimento e a consciência de nossos ancestrais, permitindo que reestabeleçamos a comunicação com nossa linhagem celestial.

A disposição para se desprender do ego pessoal é a condição necessária para o despertar desses cristais que, quando extraídos, acham-se inativos. 
Porém, essa disposição deve ser comum a um grande grupo de pessoas e não apenas a uma.

 Quando isso acontecer, toda a humanidade acordará para uma nova era na evolução humana, pois poderemos aprender os segredos contidos na sabedoria desses cristais, que não se limita a toda historia da Terra, mas também a vida nos espaços estelares."
Margot Valle Ferreira

Fonte: http://www.terapiadecaminhos.com.br/cristais04-08.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...